ARTIGOS DR. ELOY CURUCI | ORTOPEDIA VETERINÁRIA

MENISCO.png

Isolated lateral meniscus rupture in dogs: case report

Ruptura isolada de menisco lateral em cão – relato de caso

Solimar Dutra da Silveira , Virgínia Pagliochi Prates , Eloy Henrique Pares Curuci, Rogério Rodrigues Santos, Olicies da Cunha.

Resumo:

Os meniscos são importantes estruturas intra-articulares cuja principal função atribui-se à transmissão de carga e à absorção de impacto, diminuindo o estresse biomecânico e conferindo maior estabilidade osteoarticular. Em cães, as afecções relacionadas ao joelho são descritas como as principais causas de claudicação. O presente relato tem como objetivo descrever um caso de lesão meniscal lateral em um canino sem sinais de instabilidade femorotibiopatelar, cuja principal alteração era claudicação. O diagnóstico foi confirmado através da avaliação ortopédica e exame de ressonância magnética, no qual foi visualizada uma linha anecogênica de dissolução de continuidade meniscal e estruturas ligamentares íntegras. Como tratamento, optou-se pela técnica de meniscectomia total, o que possibilitou o retorno da função do membro e ausência de manifestações clínicas.

PALAVRAS-CHAVE: Joelho Claudicação Meniscectomia

Sem título.png

Femoral corrective osteotomy associated with trochlear prosthetics and tibial tuberosity transposition with a tool for treatment of canine patellar dislocation 

Solimar Dutra da Silveira, Camila Francisca Batschke, Samara Koloda Cristino Malta, Jaqueline Lunedo, Eloy Henrique Pares Curuci, Olicies da Cunha

Resumo:

A luxação de patela é uma das principais enfermidades osteoarticulares descrita na rotina cirúrgica de animais de companhia, cujo tratamento difere de acordo com a graduação da luxação baseando-se nas alterações clínicas apresentadas por cada paciente. O presente relato tem como objetivo descrever a associação da técnica de osteotomia corretiva femoral, substituição troclear total do joelho por prótese e transposição da tuberosidade tibial com dispositivo para correção de luxação de patela grau IV em uma canina da raça Spitz Alemão de 1,5 anos com desvio femoral varus e torção externa da tíbia. O tratamento permitiu a correção da deformação óssea femoral, realinhamento do mecanismo extensor do quadríceps e manutenção permanente da patela sobre o sulco troclear protético com retorno funcional precoce do membro, ausência de dor e claudicação. PALAVRAS-CHAVE: Artroplastia de joelho; cão; desvio angular; deformação óssea; varus femoral.

capa-artigo-eloy-curuci.png

MODIFIED TIBIAL PLATEAU LEVELLING OSTEOTOMY TO TREAT LATERAL PATELLAR LUXATION AND CRANIAL CRUCIATE LIGAMENT DEFICIENCY IN A DOG.
OSTEOTOMIA DE NIVELAMENTO De Platô TIBIAL EM CÃO. – relato de caso

Eloy Henrique Pares Curuci, Filippo J. L.Bernardes, Bruno W. Minto.

Abstract

The use of modified tibial Plateau leveling osteotomy for correction of the lateral patellar dislocation effects allowing simultaneous treatment of the lateral patellar luxation and cranial cruciate ligament deficiency.

 

KEYWORDS: Canid, orthopaedics, surgery, veterinary

 

Resumo:

O uso da osteotomia modificada do nivelamento do platô tibial para correção dos efeitos da luxação lateral da patela permitindo o tratamento simultâneo da luxação lateral da patela e da deficiência do ligamento cruzado cranial.

PALAVRAS-CHAVE: Canídeo, ortopedia, cirurgia, veterinária.

capa-artigo-eloy-curuci.png

Reparo de ruptura crônica do ligamento patelar em um felino*
Repair of chronic patelar ligament rupture in a cat

Samara Koloda Cristino Malta, Solimar Dutra da Silveira, Camila Francisca Batschke, Jaqueline Lunedo,Olicies da Cunha, Eloy Henrique Pares Curuci.

​​

Resumo:

Relata-se o caso de uma felina, sem raça definida, de oito meses de idade e 3,6 kg, com queixa de impotência funcional completa
do membro pélvico esquerdo após trauma. A paciente apresentava aumento de volume em região do joelho, dor à palpação e
instabilidade patelar. O diagnóstico de ruptura do ligamento patelar foi realizado com base nos resultados do exame ortopédico,
juntamente com exame radiográfico e ultrassonográfico do joelho. O método utilizado para reparo da lesão foi a sutura em oito
com fio de tetrafluorcabono associado à sutura interrompida simples para aproximação das bordas do ligamento. Durante a
reavaliação de trinta dias pós-operatório, a paciente já apresentava melhora significativa, com atividade funcional completa do
membro e ausência de dor.

PALAVRAS-CHAVE: cirurgia; instabilidade; joelho; membro pélvico; trauma.