top of page

Early Surgical Management of Medial Patellar
Luxation in Juvenile Dogs

artigo loy curuci.png

Alefe L.C. Carrera, Bruno W. Minto, Eloy H.P. Curuci, Carla G. Paula, Julia B. Jassniker e Olicies Cunha

Resumo:

Objective: The aim of this study was to analyse a series of five cases of early surgical treatment in juvenile canine patients with high-grade medial patellar luxation.
Study Design: Canine patients, with immature skeleton, affected by grade III or IV
medial patellar luxation and treated by multimodal surgical techniques were selected.
Results: Five dogs of different breeds, mean age 7.2 + 3.0 months, met the inclusion criteria. Simultaneous distal femoral varus and external tibial torsion were identified in three of the five cases, whereas in the others, femoral varus with associated tibial valgus and isolated external tibial torsion were observed. Four of the five patients were treated surgically with closing wedge osteotomy of the distal femur, and three of them underwent tibial tuberosity transposition simultaneously. Only two animals required trochleoplasty. Mean time to beginning of weight bearing was 9.8 + 5.5 days, whereas time to bone healing was 55 + 24 days. Bone realignment of the extensor apparatus and return to limb support were achieved in all cases. Postoperative reintervention was needed in one patient; however, it was not linked to the initial surgery. Patients were followed up to 1 year postoperatively, with maintenance of extensor alignment and no late complications.
Conclusion: The early surgical approach has been shown to be effective in the
definitive treatment of juvenile dogs affected by high-grade medial patellar luxation.

KEYWORDS: femorotibiopatellar joint, sulcoplasty, osteotomy, tibial torsion.

Artigos Dr. Eloy Curuci
Ortopedia Veterinária

MENISCO.png

Isolated lateral meniscus rupture in dogs: case report
Ruptura isolada de menisco lateral em cão – relato de caso

Solimar Dutra da Silveira , Virgínia Pagliochi Prates , Eloy Henrique Pares Curuci, Rogério Rodrigues Santos, Olicies da Cunha.

Resumo:

Os meniscos são importantes estruturas intra-articulares cuja principal função atribui-se à transmissão de carga e à absorção de impacto, diminuindo o estresse biomecânico e conferindo maior estabilidade osteoarticular. Em cães, as afecções relacionadas ao joelho são descritas como as principais causas de claudicação. O presente relato tem como objetivo descrever um caso de lesão meniscal lateral em um canino sem sinais de instabilidade femorotibiopatelar, cuja principal alteração era claudicação. O diagnóstico foi confirmado através da avaliação ortopédica e exame de ressonância magnética, no qual foi visualizada uma linha anecogênica de dissolução de continuidade meniscal e estruturas ligamentares íntegras. Como tratamento, optou-se pela técnica de meniscectomia total, o que possibilitou o retorno da função do membro e ausência de manifestações clínicas.

PALAVRAS-CHAVE: Joelho Claudicação Meniscectomia

Sem título.png

Femoral corrective osteotomy associated with trochlear prosthetics and tibial tuberosity transposition with a tool for treatment of canine patellar dislocation 

Solimar Dutra da Silveira, Camila Francisca Batschke, Samara Koloda Cristino Malta, Jaqueline Lunedo, Eloy Henrique Pares Curuci, Olicies da Cunha

Resumo:

A luxação de patela é uma das principais enfermidades osteoarticulares descrita na rotina cirúrgica de animais de companhia, cujo tratamento difere de acordo com a graduação da luxação baseando-se nas alterações clínicas apresentadas por cada paciente. O presente relato tem como objetivo descrever a associação da técnica de osteotomia corretiva femoral, substituição troclear total do joelho por prótese e transposição da tuberosidade tibial com dispositivo para correção de luxação de patela grau IV em uma canina da raça Spitz Alemão de 1,5 anos com desvio femoral varus e torção externa da tíbia. O tratamento permitiu a correção da deformação óssea femoral, realinhamento do mecanismo extensor do quadríceps e manutenção permanente da patela sobre o sulco troclear protético com retorno funcional precoce do membro, ausência de dor e claudicação. PALAVRAS-CHAVE: Artroplastia de joelho; cão; desvio angular; deformação óssea; varus femoral.

capa-artigo-eloy-curuci.png

MODIFIED TIBIAL PLATEAU LEVELLING OSTEOTOMY TO TREAT LATERAL PATELLAR LUXATION AND CRANIAL CRUCIATE LIGAMENT DEFICIENCY IN A DOG.
Osteotomia de nivelamento de Platô tibial em cão. – relato de caso

Eloy Henrique Pares Curuci, Filippo J. L.Bernardes, Bruno W. Minto.

Abstract

The use of modified tibial Plateau leveling osteotomy for correction of the lateral patellar dislocation effects allowing simultaneous treatment of the lateral patellar luxation and cranial cruciate ligament deficiency.

 

KEYWORDS: Canid, orthopaedics, surgery, veterinary

 

Resumo:

O uso da osteotomia modificada do nivelamento do platô tibial para correção dos efeitos da luxação lateral da patela permitindo o tratamento simultâneo da luxação lateral da patela e da deficiência do ligamento cruzado cranial.

PALAVRAS-CHAVE: Canídeo, ortopedia, cirurgia, veterinária.

capa-artigo-eloy-curuci.png

Reparo de ruptura crônica do ligamento patelar em um felino*
Repair of chronic patelar ligament rupture in a cat

Samara Koloda Cristino Malta, Solimar Dutra da Silveira, Camila Francisca Batschke, Jaqueline Lunedo,Olicies da Cunha, Eloy Henrique Pares Curuci.

Resumo:

Relata-se o caso de uma felina, sem raça definida, de oito meses de idade e 3,6 kg, com queixa de impotência funcional completa
do membro pélvico esquerdo após trauma. A paciente apresentava aumento de volume em região do joelho, dor à palpação e
instabilidade patelar. O diagnóstico de ruptura do ligamento patelar foi realizado com base nos resultados do exame ortopédico,
juntamente com exame radiográfico e ultrassonográfico do joelho. O método utilizado para reparo da lesão foi a sutura em oito
com fio de tetrafluorcabono associado à sutura interrompida simples para aproximação das bordas do ligamento. Durante a
reavaliação de trinta dias pós-operatório, a paciente já apresentava melhora significativa, com atividade funcional completa do
membro e ausência de dor.

PALAVRAS-CHAVE: cirurgia; instabilidade; joelho; membro pélvico; trauma.

Trochlear prosthesis and modified leveling osteotomy of the tibial plateau in dogs
Prótese troclear e osteotomia de nivelamento do platô tibial em cães

Trochlear-prosthesis.png

Camila Francisca Batschke, Solimar Dutra da Silveira , Samara Koloda Cristino Malta, Jaqueline Lunedo, Olicies da Cunha, Eloy Henrique Pares Curuci.

Abstract

Medial patella luxation is a condition resulting from congenital bone deformities that in the long term may result in rupture of the cranial cruciate ligament. These orthopedic ailments are responsible for much of the pelvic limb claudication in dogs and degenerative joint disease. Claudication and joint pain are the main clinical manifestations, and the diagnosis is confirmed by orthopedic examination for both conditions. The simultaneous treatment of these diseases is a challenge for the surgeon. This study reports on the association of trochlear sulcus replacement with prosthesis with modified plateau leveling osteotomy for simultaneous treatment of grade III medial patellar dislocation and cranial cruciate ligament rupture in dogs.

 

KEYWORDS: Dog, claudication, joint disease, pelvic limb, modified osteotomy.

 

Resumo:

A luxação de patela medial é uma afecção resultante de deformidades ósseas congênitas que a longo prazo pode resultar na ruptura do ligamento cruzado cranial. Essas enfermidades ortopédicas são responsáveis por grande parte das claudicações de membro pélvico dos cães e doença articular degenerativa. Claudicação e dor na articulação são as principais manifestações clínicas, sendo o diagnóstico confirmado por meio do exame ortopédico para às duas afecções. O tratamento simultâneo destas é um desafio para o cirurgião. Este estudo relata a associação de substituição do sulco troclear por prótese com osteotomia de nivelamento do platô modificada, para tratamento simultâneo de luxação de patela medial grau III e ruptura do ligamento cruzado cranial em cão. 

PALAVRAS-CHAVE: Cão, claudicação, doença articular, membro pélvico, osteotomia modificada.

Leveling osteotomy of the tibial plateau at an inverted angle in a dog
Osteotomia de nivelamento do platô tibial em ângulo invertido em um cachorro

artigo eloy curuci 2023.png

Paula Eduarda Quintana Bernardi, Eloy Curuci , Marcio Ferreira Poletto, Rafael Kretzer Carneiro, Rogerio Rodrigues Santos, Olicies da Cunha

ABSTRACT: One dog, Golden Retriever, 5 months old, was seen complaining of lameness and pain in the left pelvic limb. Avulsion of the tibial crest was diagnosed by radiographic means, which was corrected with a tension band. The absence of postoperative radiographic monitoring and the non-removal of the apparatus led to the early closure of the cranial tibial physis with continuous flow growth, resulting in pain, functional loss of the limb after one year and at a 13.2º tibial plateau angle negative. The biomechanical alteration of the limb was corrected using the inverted TPLO technique, converting the angle of the tibial plateau to 5.3 positive, without a rockback evidenced in 30, 60, 90 days up to four months after the operation. The objective of this case report is to describe the surgical correction with the inverted TPLO technique in a case of angle of the negative tibial plateau secondary to not removing the tension band applied in avulsion of the growing tibial crest. After 120 days, the dog was presented fully recovery and weight-bearing without any complication.

 

KEYWORDS: tibial plateau angle negative; avulsion; stifle joint; osteotomy.

 

RESUMO: Um cão, Golden Retriever, de 5 meses de idade, foi atendido com queixa de claudicação e dor em membro pélvico esquerdo. Diagnosticou-se por meio radiográfico a avulsão da crista da tíbia, a qual foi corrigida com banda de tensão. A ausência de acompanhamento radiográfico pós-operatório e a não retirada do aparato levou ao fechamento precoce da fise tibial cranial com crescimento contínuo da caudal, resultando em dor, perda funcional do membro após um ano e em um ângulo de platô tibial de 13,2º negativos. A alteração biomecânica do membro foi corrigida por meio da técnica de TPLO invertida, convertendo o ângulo do platô tibial em 5,3º positivos, sem rockback evidenciado em 30, 60, 90 dias até quatro meses de pós-operatório. O objetivo desse relato de caso é descrever a correção cirúrgica com a técnica de TPLO invertida em um caso de ângulo do platô tibial negativo secundário a não retirada de banda de tensão aplicada em avulsão da crista da tíbia em crescimento. Após 120 dias, o paciente apresentou recuperação total com adequado suporte do peso no membro, sem qualquer complicação.

 

PALAVRAS-CHAVE: ângulo do platô tibial negativo; avulsão; joelho, osteotomia.

Tibial Tuberosity Transposition Tool Technique in Combination with Distal Femoral Lateral Closing Wedge Osteotomy for Patellar Luxation Treatment in Five Dogs

artigo eloy curuci tibial.png

Eloy Henrique Pares Curuci, Ana Carolina Valentim Hespanha, Luis Gustavo Gosuen Gonçalves Dias, Bruno Watanabe Minto.

Abstract

Medial patellar luxation is a multifactorial condition resulting from a misalignment of the stifle extensor mechanism. Several techniques have been described for correcting this condition, depending on the specific morphological changes identified. This case series describes the combination of tibial tuberosity transposition tool techniques and distal lateral femoral closing wedge osteotomy in the treatment of dogs with medial patellar luxation. A combination of these two techniques was used in five dogs with varying degrees of medial luxation of the patella resulting from distal femoral varus and less than 20 degrees distal external torsion of the tibia. The combination of techniques allowed the alignment of the stifle extensor mechanism and corrected medial patellar luxation in all dogs. Radiographic bone union occurred in all dogs, with a mean time of 30 2 days for tibial osteotomy and 48 16 days for the femur. There was no recurrence of patellar dislocation, and no complications developed in any animal during a 1-year-long observation period. This case series demonstrates that the combination of tibial tuberosity transposition tool techniques and distal lateral femoral closing wedge osteotomy can be an effective treatment for medial patellar luxation associated with distal femoral varus with external tibial torsion less than 20 degrees.

 

KEYWORDS: misalignment ► femoral varus ► external tibial torsion ► medial patellar luxation ► dog

bottom of page